Menu de páginas
RssFacebook
Menu categorias

Postado por em 14/07/2016 em Postagens | 0 comentários

Você sabe doar?

A capacidade de deixar coisas que nós não precisamos mais para passar para frente é uma forma de solidariedade. Todos nós adquirimos muitos objetos, os quais nem sempre utilizamos com muita frequência. (Algumas vezes nem utilizamos). E, por isso, esses objetos acabam por acumular na sua casa, deixando pouco espaço para entrar coisas novas.

foto_1441

Praticando o desapego

Essa prática de desapego é muito valiosa, pois assim você consegue saber o que não cabe mais na sua vida. Por exemplo, quando você encontra algumas roupas que não mais condizem com o seu estilo atual, você tem a possibilidade de passá-las adiante para alguém que esteja precisando de alguma roupa. Em algum lugar deve haver pessoas que não possuem roupas para vestir, especialmente nos períodos de frio, e que, dependendo do lugar, podem estar sofrendo com a temperatura local. Campanhas de agasalho que acontecem anualmente são ocasiões perfeitas para a ação de passar adiante algo que não mais está sendo usado.

 

A doação

Doar é uma forma de desapegar do passado. Sempre que você tiver vontade de se renovar, uma coisa a se fazer primeiro é deixar para trás tudo que pertencer ao passado. Não é um ato de abandonar as coisas que já tem – é tirar de dentro o que você não mais utiliza para abrir espaço para novas coisas. Para caber algo de novo, deve-se tirar algo velho primeiro.

 

Fixação e apego como obstáculos

Do contrário, a fixação e o apego o impedirão de seguir adiante com a sua vida. Coisas que deveriam pertencer ao passado ainda estarão lá, sob a forma de alguma roupa esquecida no armário, algum diário ou agenda usada ou até mesmo uma caixa de lixo que possa estar acumulando espaço dentro de casa, impedindo que você dê coisas novas a si mesmo.

Assim como estar com a casa cheia de objetos que estão velhos pode significar impossibilidade de prosseguir, doar os objetos indica a vontade de encarar o futuro pela frente, pois as coisas devem se movimentar, circular pelas pessoas.

 

Cuidados no ato de doação

Contudo, ao doar as coisas para outras pessoas, é preciso, antes de mais nada, analisar melhor a condição em que os objetos estão. Muitas vezes, pessoas acabam mandando para doações brinquedos e roupas já danificadas. Isso não é recomendado, dado a necessidade que as pessoas possuem sobre os objetos que estão sendo requisitados. Seria o mesmo que doar alimentos já estragados, o que seria preocupante para todos.

Por isso, sempre veja a condição dos objetos que estiver passando adiante para os outros. Algumas vezes é melhor jogar as coisas no lixo, pois elas não irão durar muito mesmo nas mãos de outras pessoas. Se por um lado, estiverem em ótimas condições de uso, quase novos, esses objetos estão bons para passar adiante. São novas pessoas que podem fazer um bom uso deles.

 

O que mais envolve a doação

O ato de doar algo para outra pessoa não envolve apenas o objeto em si – você está mandando para outro algo que pode ser útil ou que para você se tornou inútil e que apenas está ocupando espaço. É uma forma de renovar as pessoas, as coisas e a mente. Passar as coisas do passado que estão apenas ocupando espaço para as pessoas pode ser não apenas um ato de desapego, como também uma forma de solidariedade.

Muitas pessoas não têm condições de conseguir certos itens necessários para viver, portanto, o ato de doar também é uma forma de demonstrar um pouco de altruísmo, de poder ajudar alguém sem pedir algo em troca, especialmente a quem está passando por dificuldades financeiras.

 

Sendo assim, tente renovar sempre a sua vida para entrar coisas novas e conseguir doar aos outros!

 

 

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *